terça-feira, 20 de outubro de 2009

Lá isso é verdade

Fez o mundo em seis dias, descansou ao sétimo, até hoje. Nunca mais fez nada.



Deus aprendeu com os políticos. Apanhou-se no "poleiro" e só volta a inaugurar alguma obra na próxima campanha eleitoral.
Eheheheheheh

9 comentários:

Lia disse...

mas sou só eu que acho que o saramago não joga com o baralho todo? Ou então joga com cartas a mais, que ele, de polémica me polémica lá vai vendendo os seus livritos...
Mas lá que não havia necessidade de falar mal de algo tão precioso para tanta gente (não para mim, mas isso não importa), ai isso não havia...

Anjo De Cor disse...

pareceu que isto é uma manobra de marketing... nunca fui apreciadora do talento do Sr. Saramago, concordo com a Lia aho que não joga com o baralho todo e ainda questiona o que nem ele entende... parece-me que seja uma pessoa com poucos valores esprituais, vive para o materialismo e exibição...
Bjs*

a estagiária disse...

Se ainda tinha um bocadinho de consideração por este senhor por gostar do que ele escreve ela foi toda por água abaixo..
Das duas uma.. ou ele está velho e já não sabe o que diz.. ou então é mesmo parvo e fala do que não sabe..
Enfim.. espanhóis é assim...

Patrícia disse...

Nem acredito que li isto!!!!

mjf disse...

Olá!
Saramago é polémico...mas é Português...( pelo menos nasceu em Portugal):=)))
Vive em Lanzarote e acha que os portugueses o tratavam mal...agoa alargou a base de pessoas que o vão odiar:=)
eheheh



Beijocas

Olhos Dourados disse...

Não gosto dele, parece que não bate bem. Aquilo também já deve ser da idade, começa a ficar taralhoco!

opinião própria disse...

Este tipo está mesmo xexé...

Liliana disse...

Ora, cá vai uma opinião do contra: não haverá situações em que damos por nós a pensar exactamente o mesmo que Saramago?

Quanto ao escritor, sou grande admiradora. Adoro a forma como escreve, independentemente de crenças ou descrenças. Um grande talento raramente é reconhecido. Se Dan Brown conseguiu tanto sucesso com "O Código da Vinci" e houve tanta gente a ler e a gabar o livro (eu li e gostei...), por que é que Saramago não pode também abalar uma instituição que perde tanto por ser tão retrógrada? Por acaso alguém fez tanto alarde com o "Anjos e Demónio", também do Dan Brown?
Por que havemos de defender com unhas e dentes o que está escrito na Bíblia, se a mesma foi escrita quatrocentos anos após a passagem de Cristo pela Terra e á luz de um tempo em que os usos e costumes nada tinham a ver com os nossos?

Já agora, por acaso alguém já percebeu que ainda não temos Governo formado? Ou será que as polémicas do Saramago e da Maitê Proença são mais importantes para o país?

Por aqui fico. Por enquanto... :) Beijoca para ti, Zé Galo (e também para a Galinha e a Pintaínha, que não conheço, mas devem ser boa gente)

Galo disse...

Liliana

Em relação à polémica com a igreja, estou completamente de acordo com o Saramago. Aliás, como eu disse há dias, costumo torcer pela equipa mais fraca e Saramago, comparado com a igreja católica, joga no campeonato regional.
Tal como Saramago, também acho que deus foi uma invenção do homem, com a finalidade de tomar o poder pelo medo e pela ignorância.
Ainda hoje essa táctica é utilizada com sucesso e nem é preciso irmos para as repúblicas das bananas da América Latina.
Enfim, parece que já há governo e pode ser que os holofotes deixem de focar o Saramago, embora eu continue a achar que não é isso que ele quer. As polémicas vendem livros.

Curiosamente acabei de ver, integralmente, o filme Anjos e Demónios. Integralmente porque arranjei uma versão legendada em "brasilês" e nas últimas semanas entretive-me a "decifrar" aquilo para qualquer coisa mais próxima do português e, inevitavelmente, acabei por ver algumas partes.
Muito mal se escreve no Brasil, caramba.

Beijinho.