segunda-feira, 10 de agosto de 2009

???

Eu sei que não são horas muito próprias para parvoíces. São quase duas da madrugada de uma segunda-feira, onde é suposto a maioria das pessoas já estarem a dormir, porque mais logo vão ter de levantar a "peidola" da cama e ir contribuir para o progresso da humanidade. Mas como eu não vou ter que me levantar cedo (e estou a cagar-me para o progresso da humanidade) e acabei de assistir a um programa sobre a Mongólia, no National Geographic, lembrei-me de uma parvoíce e vim aqui escrevê-la, porque é para isso que serve ter um blog.
Dizer parvoíces fora de horas é um privilégio de quem tem acesso à internet e tem um blog. Também podia ir à varanda e gritar a parvoíce, alto e bom som, mas os vizinhos eram capazes de chamar o 112 e fazer um abaixo-assinado para me internarem.
Então a questão que me surgiu, é a seguinte:

- Como é que uma mãe mongol distingue o filho com trissomia 21 do resto dos irmãos?

7 comentários:

Cat disse...

E eu, que são quase 4h, e ainda não tenho sono? :P

mjf disse...

Olá!
Boa pergunta???
:=)

Beijocas

a estagiária disse...

ahahah.. mauzinho.. como sempre...

Patrícia disse...

Epá, essa é ruim:(

Patrícia disse...

fosgassse... essa até a mim me doeu. lol...! tão tão sádico.

White_Fox disse...

Humor negro, lol.
abraço

Peão disse...

Oh God... Ainda dizem que sou reles?! Da próxima vez que me disserem isso vou mandá-los vir cá ler isto... =X jesuuuuu