segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Tenho os "fusíveis" queimados

Então, meus amores e meus estupores (quistoaqui há lugar para todos/as eheheh) já tinham saudadinhas do Galo, já? - Não? Pois… era isso que eu pensava.
"Prontes", tenho andado muito ocupado, muito preocupado e sem cabeça para nada.
Imaginem que, como se não me bastasse ter uma nascente no quarto da aldeia, agora tenho uma cascata no quarto da cidade. É verdade, depois de, em Julho, o meu senhorio ter posto uma aba nova no telhado, precisamente por cima do meu quarto, onde o inverno passado havia uma goteira, agora cada vez que chove com muita intensidade a água ultrapassa a caleira do algeroz (que deve ter ficado entupida com ninhos de pássaro) e escorre pela parede abaixo. Esta temporada Outono/Inverno, a moda é: fontes na aldeia e cascatas na cidade. E se eu ainda fosse um pato, estava safo. Agora os galos não sabem nadar e ter de saltar do poleiro às quatro da madrugada para apanhar água do chão, não é lá muito agradável. Isto e ver as obras na aldeia a ficarem atrasadas por causa do mau tempo, está a deixar-me em ponto de rebuçado (alô Mariquita eheheh).

E é neste estado que estão as coisas. Na aldeia o mestre de obras betuma num dia e no outro dia pinta e no outro dia a tinta e o betume estão enfolados e toca de raspar tudo. Vai para a obra às 8 horas e volta para trás porque o nevoeiro é de cortar à faca. Quer isolar uma parede exterior e quando vê uma nesga de céu azul, abala que nem um desalmado, a fazer trinta e tal quilómetros antes que comece a chover.
Resultado: trabalho de canalizações, electricidade, ladrilhador está quase pronto, mas não consegue fazer os acabamentos (isolamentos e pinturas), porque naquela terra ou há-de estar um vento frio de secar até o pau a um garanhão, ou há-de estar uma neblina tão densa que escorre pelas paredes.
Resumindo: se um dia destes ouvirem sirenes da polícia e dos bombeiros, se ouvirem na rádio e na televisão que anda um doido a correr todo nu pela cidade, não se admirem se for eu!

17 comentários:

opinião própria disse...

Calma Galo que o Natal está a chegar... E para além disso as galinhas vão gostar dos preparos.

D* disse...

Eh lá isso é que é preciso má sorte!

Tiago disse...

E eu que vinha a caminho de casa a moer por causa dos rios em que tinha que circular. Isto no Porto hoje parece Veneza. Além das estradas transformadas em rios há um forte cheiro a... já sabes. hehehe

Anira the Cat disse...

Este tempo tira a paciência a qualquer um... Mas por acaso até tinha piada ver por aí a circular um galo depenado!! ;)
Bjokas

Malena disse...

Ora seja bem reaparecido! És tu a não dormir por causa de cascatea se eu a postar comentários de madrugada enquanto faço nebulizações que a tosse não me deixa em paz! Acho qu<e foste tu que me pegaste!!!
Espero que a fonte e a cascata sequem rapidamente mas olha que não enganas ninguém com o galo depenado que escolheste para ilustrar o textinho...sabemos muito bem que não és tu!!! XDDDD
Abraço

Malena disse...

E como são 6 da matina escrevi cascatea em vez de cascata! :-)

Lia disse...

Tu atrais a água...vais para um deserto e ficas rico! Se fizesses o mesmo com petróleo ainda era mais de valor!

Pelo menos o empreiteiro esforça-se... já é mais do que aquilo que podes dizer da maioria!

Ah, e dp de nos teres mostrado aquela foto de frente (em que tinhas a sensualidade de um Alberto João Jardim) n me convences com este rabiosque...

Pocahontas na Cidade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pocahontas na Cidade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pocahontas na Cidade disse...

Chateiem o Galo ao máximo :)
Quero ver essa penas no ar! Mas leva cachecol e luvas porque está muito frio!

Isso é que era uma prenda de Natal!

Kidding ;p

Galo disse...

Pocahontas

Não achas que estás um pouco repetitiva? Lol
Ou os três comentários é mesmo para chatear a ver se eu vou para a rua "depenado"? eheheh
Contenta-te com a foto que não ficas mal servida, se bem que se fosse eu, ao vivo e a cores, fazia muito melhor figura eheheh.

Sara* disse...

Este galo vai la vai, é fontanarios na aldeia, é cascatas na cidade, no teu lgar já tinha dado em maluca xiçaaaa, que bela maneira de acabar o ano.
Mas olha que o teu mestre de obras é esforçado, a maioria dizia que com este tempo nada feito, esperava e tu desesperavas lollll

Boa sorte com todas essas obras e águas lol

Quanto a correres nu pela cidade, tu ve la que ainda te constipas e depois a D. galinha não trata de ti, ela não deve querer que o galo da capoeira dela ande para ai a mostrar os atributos a galinhas ranhosas

Olhos Dourados disse...

Ui, isto agora com este tempo não vai ser fácil!

S* disse...

Tu caga nos problemas e aproveita o belo do Natal!

Liliana disse...

Olha, que está frio para andares a correr sem roupa pela rua... :D
O melhor é teres calma. Eu já me ando a passar com este tempo também. Ou chove desalmadamente ou está um frio de rachar. Haja paciência, amigo, muita paciência!
Beijoca

Pocahontas na Cidade disse...

Opa... :$ Só carreguei uma vez no "publicar comentário", não sei o quê que se passou... :(

Martins disse...

O Galo de Capoeira tem de virar Galo de Àgua xDD E molhar essas peninhas brancas! Agr isso de andar praí em pelota a mostrar os abonos de família, uhm... não sei não, mas é mt "wild"!! ahah

Besito natalício*